Cozinha industrial: Qual a melhor opção de revestimento?

cozinha industrial 03

Cozinha industrial: Qual a melhor opção de revestimento?

Muitos são os problemas na escolha do revestimento para cozin

ha industrial, por isso, prestar atenção na durabilidade, facilidade de limpeza, estética é de muita importância, e, mais importante ainda, atender às normas vigentes da ANVISA. Mas você sabe o que determina a fiscalização sanitária para os revestimentos de cozinha industrial? Confira este artigo e descubra qual é o material ideal para usar neste tipo de cozinha.

Paredes e pisos de cozinha industrial

Para o piso de uma cozinha industrial, devido aos elementos escorregadios como é o exemplo da gordura, óleo e detergente, é muito importante a utilização de materiais antiderrapantes e trazer uma sensação de segurança à equipe que trabalha no local. Por exemplo, a superfície de azulejos de qualidade tem uma boa aderência e não requer o uso de botas antiderrapantes.

revestimento - cozinha industrial 01
revestimento – cozinha industrial 01

Os pisos e também as paredes devem possuir revestimentos de materiais de cores claras para promover a visualização da sujeira, promovendo a limpeza da área e garantindo melhor esterilidade. Eles devem ter baixa absorção de água, alta resistência química, resistência ao calor e propriedades mecânicas. Além disso, o seu rejuntamento deve ser antiácido.

Ao revestir uma cozinha industrial, deve usar quais materiais?

Como um material de alto desempenho, durável e fácil de instalar, a cerâmica extrudada é uma das melhores e mais clássicas opções para revestimentos de cozinha industrial. Seu processo de extrusão garante as características da peça, como antifricção, baixa absorção de água, uniformidade de cor, corte e quadratura das peças. Além de serem materiais antialérgicos, antissépticos e fungicidas, também vale a pena observar a resistência ao calor, as manchas e as superfícies antiderrapantes. Dada sua durabilidade e baixos custos de manutenção, sua relação custo-benefício a longo prazo é baixa. Atualmente, muito se fala dos revestimentos monolíticos, busque  sempre a orientação de um arquiteto.

Revestimento monolítico para cozinha industrial

Não é por acaso que cada vez mais empresas optam por usar revestimentos monolíticos em seus pisos de cozinhas industriais. Em comparação com outros tipos de revestimentos, eles apresentam uma série de vantagens porque atendem aos padrões sanitários, podem aplicar e liberar rapidamente a área de uso, produzir menos entulhos e interrupções na construção, reduzir custos de manutenção e interromper atividades, além de serem mais fáceis de limpar e inibir a multiplicação de bactérias e fungos. Portanto, aproximadamente 1.000.000 metros quadrados de revestimento monolítico são aplicados a pisos de cozinha todos ao ano em todo o mundo.

Veja outros projetos aqui:

 

Entenda porque o revestimento monolítico pode beneficiar tanto a sua cozinha industrial ao ser aplicado nela:

É antiderrapante e de fácil limpeza

Por serem áreas onde resíduos de líquidos, alimentos e graxas costumam ser derramados, as cozinhas industriais precisam de revestimentos antiderrapantes para funcionar melhor e garantir a segurança dos funcionários.

cozinha industrial 03

cozinha industrial 03Os revestimentos antiderrapantes comuns muitas vezes tornam a limpeza difícil. Por outro lado, o revestimento monolítico não tem juntas e porosidade, e, além disso, possui um rodapé abaulado, o que dificulta o acúmulo e impregnação de resíduos, e favorece sobremaneira a limpeza desse ambiente, por ser um local onde os alimentos são manuseados, e onde os regulamentos de saneamento são mais rigorosos.

Seja no frio ou no calor

O revestimento monolítico também tem a resistência ao calor e ao choque térmico exigidas por cozinhas industriais, pois esses ambientes podem ter salas de resfriamento, fornos de pão, caldeiras de cozimento e serão adversamente afetados por respingos de água fervente. Portanto, eles podem ser usados ​​em ambientes de temperatura extremamente alta e baixa.

Mais praticidade e rapidez

Todo o processo de execução é rápido e a aplicação do revestimento monolítico pode ser concluída em até uma noite. Além disso, mesmo em um ambiente de baixa temperatura ou temperatura negativa, a área pode ser limpa e usada em apenas 2 horas.

 

cozinha industrial 02
cozinha industrial 02

Mais tempo de duração

A produtividade das cozinhas industriais é expandida significativamente com a aplicação do revestimento monolítico, pois esses revestimentos têm maior durabilidade em comparação com outros tipos e reduzem significativamente a necessidade de interrupções de manutenção.

O que é regulamentado pela ANVISA para os pisos e paredes da cozinha industrial?

Há algumas normas da ANVISA que tratam das características técnicas que devem ter os revestimentos dos pisos e das paredes de uma cozinha industrial. É importante notar que este órgão confia a orientação e fiscalização de materiais e normas à supervisão regional. Portanto, vale a pena conferir as regulamentações específicas impostas por sua cidade. Em geral, coletamos as principais prescrições para cozinhas industriais do país inteiro. Veja:

Pisos

Os pisos de cozinhas industriais devem ser impermeáveis, duráveis, lisos, laváveis, antiderrapantes, resistentes a substâncias corrarqosivas, em bom estado e fáceis de desinfetar (lavagem e desinfecção), não sendo permitido o acúmulo de alimentos ou sujeira. Além disso, deve ter uma inclinação suficiente em direção ao dreno, sem permitir que a estagnação da água. Na área permitida, o tubo de drenagem deve ser sifonado e a grade deve ter dispositivo de fechamento.

 

A instalação deve ser mantida intacta e preservada, livre de trincas, rachaduras, vazamentos, vazamentos, penetração, descamação e mofo, etc., para não espalhar contaminantes nos alimentos. O revestimento deve ser feito de materiais que impeçam o desenvolvimento de fungos e bactérias. O rodapé mais adequado é o convexo ou semicircular, com um quarto de círculo, onde a parede e o piso se cruzam, de forma a evitar a presença de microrganismos e promover uma limpeza adequada.

 

De modo geral, é importante que o piso resista ao dia a dia da cozinha, por exemplo, podem ser derramados graxa, óleo e detergente, tenha uma argamassa resistente a ácidos e resista à limpeza com agentes químicos.

Paredes

As paredes devem ser impermeáveis, lisas, de cor clara, laváveis, livres de fungos e em bom estado. Se forem ladrilhados, deve-se observar a altura mínima de 2 m. Nas áreas de contato com o teto, deve haver cantos arredondados. Em tetos e forros, a ANVISA recomenda também acabamentos impermeáveis, lisos, de cores claras, laváveis e em bom estado, livres de vazamentos, goteiras, umidade, rachaduras, tricas, mofo e descamação.

 

No caso de respiros, deve ser instalada uma tela com espaçamento de 2 mm, que pode ser retirada para limpeza. A altura mínima do teto no piso térreo é de 3 m, e a altura mínima para os andares superiores é de 2,7 m.

Busque sempre a ajuda de um profissional da construção, arquiteto do rio de janeiro ou engenheiro para uma melhor orientação de dimensionamento

 

Recommended For You

About the Author: Gelk