É Preciso Saber Cozinhar para Entrar na Faculdade de Gastronomia?

É Preciso Saber Cozinhar para Entrar na Faculdade de Gastronomia

É preciso saber cozinhar para entrar na faculdade de gastronomia?

Em algum momento você que é apaixonado por culinária já se fez esta pergunta. E apesar de o diploma não ser obrigatório, ele pode ser um diferencial no ingresso no mercado de trabalho. 

O curso é ofertado nos graus bacharelado e tecnológico, onde o primeiro formato conta com duração média de quatro anos e o segundo possui duração de dois anos, em média. Venha saber mais sobre o curso de gastronomia e como ingressá-lo a seguir!

É Preciso Saber Cozinhar para Entrar na Faculdade de Gastronomia?

A resposta é não!

Saber cozinhar não é uma condição para fazer a graduação.  Para ingressar em um curse de gastronomia, você não precisa saber sobre comida, porque isso o curso vai te ensinar. Porém, é necessário estar interessado em aprender. E respondendo se é preciso saber cozinhar para entrar na faculdade de gastronomia, saiba que o quesito mais importante é ter disposição física.

Isso é fundamental pois nas aulas práticas os alunos ficam em pé durante muito tempo e intercalam temperaturas quentes e frias durante o preparo de pratos. E as avaliações do curso podem variar, mas, de forma geral, as provas práticas funcionam mais ou menos como nos realitys.

Por fim, para ser reconhecido como um chefe de cozinha, é necessário apresentar o TCC, onde normalmente envolve a criação de um restaurante (fictício) ou um prato. O curso enriquece muito o profissional pois, dentro de uma cozinha, ele conhece outras realidades, outras ideias e soluções de problemas.

O Perfil do Profissional da Gastronomia

Como já vimos, não é preciso saber cozinhar para entrar na faculdade de gastronomia. Porém o futuro chefe precisa saber lidar com pessoas, liderar equipes e administrar imprevistos.  Afinal de contas, um restaurante não sobrevive só com uma pessoa na cozinha.

Além de saber cozinhar, o chefe tem que ser organizado, disciplinado e saber administrar o tempo. Cabe a ele, saber fazer os processos da cozinha acontecerem no menor tempo possível para que o cliente não fique esperando tempo demais para comer.

Outro fato, é que o profissional precisa se ligar nas normas de segurança alimentar.  E caso descumpra, ele pode ter seu restaurante interditado pela vigilância sanitária. Além do mais, o profissional deverá ter senso de responsabilidade e respeitar as regras de segurança alimentar para evitar contaminações.

Outro fator importante é que os profissionais devem ter capacidade de liderança e boa comunicação. Organização, disciplina e gerenciamento são fundamentais para que se consiga lidar com a demanda de pedidos variados em curto espaço de tempo.

Áreas de Atuação

A tarefa de atuação do chef de cozinha são as mais variadas possíveis. E para isso ser um chefe, não é preciso saber cozinhar para entrar na faculdade de gastronomia.

O profissional deverá saber comandar a cozinha toda, construir bons cardápios e supervisionar toda a equipe de restaurante. Outra área de atuação para os chefes de cozinha que vem ganhando notoriedade é de alimentação para os Pets.

Afinal de contas, a qualidade de vida dos animais mudou com o passar dos tempos e para acabar com as alergias de pele, falta de interesse pela comida e sensibilidade do aparelho digestivo, surgem cada vez mais profissionais na área.

Conclusão

E para fecharmos nossa conversa sobre se é preciso saber cozinhar para entrar na faculdade de gastronomia, vamos falar do mercado de trabalho.

Em geral, o mercado está mais aquecido e por isso, os restaurantes buscam cardápios diferenciados como uma vantagem em cima dos concorrentes. Tal ação faz com que abram muitas portas para profissionais da gastronomia.

E uma dica, algumas dessas oportunidades ficam nas regiões turísticas, por causa da concentração de hotéis, pousadas e restaurantes.

O que achou do nosso conteúdo?

Deixe a seguir o seu comentário!

Recommended For You

About the Author: Emilly Cavalcanti