5 maneiras diferentes de temperar a sua carne ou peixe

5 maneiras diferentes de temperar a sua carne ou peixe

Dê mais sabor aos seus pratos com essas receitas caseiras

 

A culinária brasileira é extremamente rica, o que permite que cada prato tenha um sabor único. Vale lembrar, porém, que, sendo o Brasil um país de dimensões continentais, cada região traz várias nuances alimentares — principalmente nos ingredientes.

 

Em se tratando das proteínas, isso não poderia ser diferente. Elas podem ser de origem vegetal ou animal. Estas últimas são parte importante do cardápio alimentar diário, e, para incrementá-lo, existem várias receitas com carnes e peixes deliciosos.

 

Hoje vamos falar um pouco mais sobre os tipos de carne existentes e os principais benefícios de cada um. Ao fim, você ainda poderá enriquecer sua dieta com diferentes maneiras de temperar tais proteínas.

 

Tipos de carne: branca e vermelha

Antes de adentrar no reino dos temperos, é importante entender que existem diferenças entre os tipos de carnes, que vão desde o modo como elas são cortadas (tipo de corte) até a espécie animal escolhida.

 

De modo geral, as carnes são classificadas como branca e vermelha. As primeiras são representadas pelas aves (codorna, frango, ganso, pato, peru etc.) e pelos peixes (salmão, atum, sardinha, dourado etc.). Já as vermelhas têm como representantes o boi, porco, cordeiro, carneiro e cabra.

 

As carnes vão se distinguir também de acordo com seu valor nutricional. As vermelhas têm maiores concentrações de vitamina B12, ferro e colesterol  — e gordura, a depender do corte. As brancas também possuem tais nutrientes na composição, em menor quantidade, além de cálcio, fósforo e vitaminas A e B2.

 

Estudos revelam que a carne branca é melhor para a nossa saúde por ter menos colesterol e gordura, além de ser de fácil digestão. Isso não significa, porém, que a carne vermelha precise ser banida, apenas balanceada, podendo ser consumida de duas a três vezes por semana.

Dicas para temperar carnes

Em se tratando especificamente de temperos, tudo vai depender do paladar de cada pessoa, já que existem diversas receitas e ingredientes que vão deixar a sua carne, seja ela bovina, suína ou de peixe, com um sabor único.

 

Lembre-se também de adequar a quantidade de sal usado no preparo desses alimentos, pois, em excesso, o sódio pode causar complicações para a nossa saúde. A seguir, confira algumas formas de temperar sua carne ou peixe.

 

Tempero para carne com hortelã

Você vai precisar de 1 xícara (chá) de folhas de hortelã, 2 cebolas, 2 dentes de alho, 2 colheres (sopa) de óleo e 1 colher (sopa) de sal. Basta bater bem todos os ingredientes no liquidificador e pronto.

 

Essa pasta deve ser usada para temperar carnes pelo menos uma hora antes do preparo. Uma dica é colocar esse tempero em um potinho de vidro e guardar na geladeira.

 

Tempero Steak Rub

Para dar um sabor diferenciado às carnes de boi ou de porco, vale a pena experimentar esse tempero inspirado nesta receita dos EUA. Serão necessárias 2 colheres (sopa) de páprica picante, 1 colher (sopa) de alho em pó, 1 colher (sopa) de mostarda em pó, 3 colheres (sopa) de açúcar mascavo e 1 colher (sopa) de sal.

 

Na medida de 1 colher (chá), separe também a pimenta caiena, o cominho em pó, a pimenta preta, coentro em pó e também o alecrim em pó. Misture tudo até obter um pozinho homogêneo. Leve ao microondas duas vezes por 30 segundos para tirar o excesso de umidade.

 

Tempero vermelho em pó

Nessa receita, será preciso 1 colher (sopa) de orégano, 2 colheres (sopa) de colorau, 2 colheres (sopa) de alho desidratado, 2 colheres (sopa) de cebola desidratada e 2 colheres (sopa) de salsa desidratada.

 

Bata tudo no liquidificador ou no processador até virar um pó de textura uniforme. Essa é uma opção saudável e excelente para carnes vermelhas.

Tempero em pó para peixe

Num pilão, bata 2 colheres (chá) de semente de coentro até que elas fiquem completamente trituradas. Acrescente ¼ de xícara (chá) de sal grosso e 1 colher (sopa) de gengibre em pó.

 

Macere bem até que o sal esteja triturado. Se preferir, bata tudo no liquidificador. Esse tempero pode ser guardado por até três meses dentro da geladeira, em um pote de vidro, e é ótimo para receitas com peixes.

 

Tempero Sabor do Nordeste

Uma outra opção de tempero em pó, agora voltado para carne de peixe, é o chamado Sabor do Nordeste. Basicamente, você vai precisar das mesmas medidas da receita anterior de colorau, salsa, cebola e alho desidratados.

 

Acrescente ainda 1 colher (sobremesa) de pimenta vermelha, 1 colher (sobremesa) de coentro desidratado e 1 colher (sobremesa) de semente de coentro. Bata tudo no processador até virar pó.

 

Recommended For You

About the Author: Alessandra