O que é e como funciona um NFT?

O que é NFT

Você já viu alguma notícia falando sobre pessoas que compraram NFTs de macacos digitais por milhões de reais.

Você deve ter se perguntado, o que é um NFT?

É normal não entender o que são esses tokens e por que tem gente gastando tanto dinheiro com esses tokens.

Mas tenho uma boa notícia.

Nesse artigo você vai entender melhor como essa tecnologia funciona e por que cresceu tanto no último ano.

NFTs movimentaram bilhões de dólares no ano passado, queira você ou não, é uma tecnologia que vai influenciar muito as empresas, consumidores e criadores nos próximos anos.

O que é um NFT

Criptomoedas como Bitcoin e Ethereum abriram espaço para uma série de outros ativos digitais.

NFTs são um desses ativos e servem como um certificado digital, garantindo propriedade e autenticidade.

NFT é uma sigla para o termo em inglês “Non Fungible Tokens”, a tradução é “Tokens não fungíveis”.

Token é uma representação digital de um ativo.

Fungível é algo que pode ser substituído por outros da mesma espécie, qualidade ou quantidade.

Token não fungível é uma representação digital de um ativo – pode ser físico ou virtual, que não é fungível, logo cada NFT é único.

Um ativo fungível é o dinheiro, uma nota de 100 reais é fungível, pois todas têm as mesmas propriedades e o mesmo valor.

Por mais parecido que um NFT seja do outro, nunca serão ativos fungíveis, assim como imóveis.

Como funciona um NFT

Você já entendeu o que é um token não fungível, agora vou explicar como ele funciona.

NFT são diferentes de moedas digitais como Ethereum, cada token é único e não é divisível.

Você pode relacionar e provar propriedade de um ativo digital ou físico usando um NFT e pode rastrear as informações desse token através de uma blockchain.

Blockchain é uma rede que serve como um livro-razão com informações das transações que ocorreram nela e dos ativos que estão lá.

Você pode registrar informações nessa rede.

Dessa forma, é possível criar NFTs e fazer com que os tokens tenham utilidades, vou falar melhor sobre isso em seguida.

Um NFT só pode ter um dono, o proprietário é dado por um código e caso o token seja vendido, será registrado a identificação da pessoa que o comprou.

NFTs são criados através de contratos inteligentes, que garantem a propriedade e transferibilidade do ativo digital. 

Para criar um NFT, é necessário executar um código armazenado em um contrato inteligente – seguindo alguns padrões.

As informações do contrato são adicionadas na blockchain que o NFT será registrado e gerenciado.

Como NFTs podem ser usados

Como você já sabe, tokens não fungíveis são representações de um ativo digital ou não digital.

NFTs podem representar

Itens digitais:

  • GIFs
  • Colecionáveis
  • Músicas
  • Vídeos
  • Obras de arte digitais

Itens físicos:

  • Documentos de carro
  • Tickets para um evento
  • Notas fiscais
  • Documentos legais
  • Certificados

Existem diversas outras opções de utilidades que podem ser exploradas usando sua criatividade.

Se você for um colecionador, pode provar facilmente que é o proprietário de um token original.

O criador do token sempre vai estar registrado no NFT e basta mostrar que o token está na sua carteira Ethereum.

Se você é um artista, pode facilmente provar que é o criador dos NFTs e determinar uma quantidade limitada de tokens.

Também pode receber royalties toda vez que um NFT criado por você for vendido e pode vender suas criações em qualquer mercado, sem depender de intermediários.

Como comprar

Se você quiser comprar um carro, pode ir em uma concessionária especializada ou então encontrar uma pessoa que esteja disposta a vender o carro para você.

Tokens não fungíveis são ativos digitais que podem ser comprados através de marketplaces ou direto com o proprietário.

Existem diversos marketplaces para comprar, cada um é especializado em um nicho, como jogos, música, arte, colecionáveis, entre outros.

 Alguns vendem coleções de todos os tipos, outros oferecem benefícios para quem comprar e vender tokens lá.

Você também pode entrar em contato com um proprietário de um NFT e ver se ele está disposto a vender para você.

O jeito tradicional de comprar um token é com criptomoedas, mas algumas plataformas estão facilitando a compra com outros métodos, como o PIX.

Entenda tudo sobre como comprar NFTs aqui.

Como criar

Como falei antes, para criar um NFT é preciso registrar ele em alguma blockchain, as mais usadas são a Ethereum e a Solana.

Você pode escrever seu próprio código, armazenar ele em um contrato inteligente e implantar ele em uma rede.

Esse código deve atender os padrões estabelecidos pela rede que escolheu, ele vai conter grande parte das informações dos seus tokens.

A maioria dos NFTs atendem um padrão conhecido como ERC-721, porém existem outros padrões bem interessantes.

O padrão ERC-1155 permite a criação de tokens semi fungíveis, o que é muito útil para jogos, tickets de eventos e passes para comunidades. 

Existem plataformas que facilitam muito o processo de criação de NFT, permitindo você criar um sem saber nada sobre programação.

Principais benefícios dos NFTs

Royalties

Alguns NFTs são configurados de uma forma, que todas as vezes que ele for vendido, uma porcentagem dessa venda irá automaticamente para o criador.

Esse é um dos benefícios mais poderosos dessa tecnologia.

Isso tudo é configurado no momento da criação do tokens – no código do contrato inteligente. 

Trabalhando de forma totalmente automática, assim, os criadores recebem uma renda passiva toda vez que seu trabalho for vendido de uma pessoa para outra.

Muitos artistas, deixaram de ganhar muito dinheiro com as transações dos seus trabalhos e poderiam ter uma situação financeira muito mais justa.

Se seu NFT for programado para pagar royalties, você nunca vai passar por esse problema.

Escassez

Ao criar uma coleção de NFTs, o criador define uma quantidade para seus tokens, criando uma oferta limitada para seu trabalho.

Com os programas gráficos de hoje, é relativamente fácil copiar uma obra de arte digital, porém a blockchain resolve esse problema.

Ela registra todas informações, de forma imutável, permitindo que qualquer pessoa verifique a veracidade de uma ativo.

Maximiza os ganhos dos criadores

Outro benefício incrível dessa tecnologia, é empoderar os criadores.

Grande parte dos criadores, vêm seus lucros sendo divididos e influenciados por grandes plataformas.

Um artista publicando seu trabalho no Instagram, gera receita para a plataforma – que anuncia para os seguidores do artista.

Ele recebe uma exposição em retorno, porém a exposição não paga as contas.

Com essa tecnologia, os criadores não permitem que as plataformas se aproveitem do seu conteúdo, a propriedade do conteúdo está no NFT.

Quando venderem um conteúdo, o dinheiro vai direto para o criador e ele receberá royalties em todas as negociações que forem feitas.

Tokenização de ativos

Essa tecnologia permite que você registre a propriedade de um ativo, como um imóvel, através de um NFT.

Ao invés de você precisar guardar documentos, que pode perder ou arquivos no seu computador, que podem ser hackeados, você pode registrar os documentos como NFT.

Além disso, você pode fracionar um NFT em várias partes, permitindo que pessoas dividam a propriedade de um imóvel.

Já existem empresas especializadas nisso, elas permitem que pessoas com pouco capital sejam proprietárias de imóveis, comprando uma fração dele.

Conclusões finais

Agora você já sabe o básico sobre NFTs e pode começar a explorar mais a fundo cada um desses tópicos.

Nos próximos anos, com o avanço tecnológico, diversas empresas usaram esses tokens para se conectar melhor com seus clientes.

Se você quer estar na frente da maioria das pessoas, confira o guia definitivo para lançar um projeto NFT e entenda tudo que precisa para criar um projeto.

Não seja como a maioria das pessoas mais velhas, que não prestaram atenção e falavam que a internet não era nada demais.

A tecnologia dos NFTs vai revolucionar a maneira como consumimos produtos e serviços.

Recommended For You

About the Author: Kai Pereira