5 Dicas Para Quem Mora em Pensionato

dicas-para-quem-mora-em-pensionato

Morar em pensionatos é uma experiência muito comum principalmente para estudantes que vão para outras cidades em diversos estados, como São Paulo para concluir sua graduação.

O estado tem as melhores universidades do país, espalhadas não somente pela capital, mas também por cidades próximas.

Isso levou ao crescimento de estabelecimento como pensionatos e pensões em São Paulo, que possuem o benefício de serem mais baratos e mais seguros, principalmente para quem está pela primeira vez longe de casa.

Como tudo na vida, mora em pensões e pensionatos apresentam lados bons e ruins.

Uma desvantagem sentida por muitas pessoas é a falta de privacidade.

Uma pensão em São Paulo recebe pessoas de todos os cenários culturais possíveis, todas convivendo sob o mesmo teto, o que pode gerar conflitos.

Muitos enxergam como vantagens o fato de não precisa gastar dinheiro em móveis, ou em contas que já estão incluídas no preço.

Dicas sempre são bem-vindas ao se enfrentar uma nova situação, então separamos algumas para você que mora em pensionato.

5 Dicas Para Quem Mora em Pensionato

Conheça as regras

Todo pensionato possui regras de convivência que variam com o perfil dos donos.

Em pensões e pensionatos, quando os donos não moram no local, eles passam a maior parte do dia lá, por isso há de fato fiscalização quanto ao cumprimento das regras.

Por isso, antes de se mudar, se familiarize com as regras do lugar para não ter problemas que poderiam ser evitados.

Mantenha a organização

Lembre-se que você estará em um espaço compartilhado, o que significa que manter suas coisas organizadas é muito importante.

Sua bagunça pode não ser um inconveniente apenas para seus colegas, mas para você mesmo.

Sem organização é fácil perder as coisas, pensar que estão em um lugar diferente do achamos e tudo isso pode ser motivo para confusões que só atrapalham a convivência.

Minimalismo

Você não precisa aderir a um estilo de vida minimalista para morar em uma pensão, mas este com certeza não é um lugar para se ter um monte de coisas.

Se você possui muitas coisas em casa e pode deixá-las guardadas em algum lugar, prefira isso do que levar tudo com você.

Fique com apenas o que é realmente necessário na pensão, isso vai simplificar a sua vida e de todos que dividem o mesmo espaço que você.

Não mexa no que não é seu

Mais uma vez, é importante lembrar que você está em um ambiente compartilhado.

Isso significa que regras de convivência simples precisam ser seguidas a fim de evitar conflitos.

Uma dessas regras diz respeito ao cuidado com as coisas dos outros moradores.

O pensionato, por mais que seja compartilhado, é uma casa para quem mora ali, o que significa que se espera que ali seja um lugar seguro.

Por isso, não mexa nas coisas de outros moradores sem autorização, nem mesmo se for com boas intenções, a menos que você e o dono dos pertences tenham algum acordo prévio.

Mais paz, menos guerra

A diplomacia é uma habilidade importante para quem vive em ambientes compartilhados.

Se você é uma daquelas pessoas que se estressa com tudo, que briga, é sistemático e inflexível, a pensão não deve ser um lugar apropriado para você.

Tentar resolver conflitos, ter flexibilidade e disponibilidade para ouvir são características que tornam mais fácil a convivência para todos, inclusive você.

Lar, doce lar

O pensionato é uma opção de moradia para muitas pessoas, em diferentes circunstâncias e períodos na vida.

Viver em um ambiente compartilhado pode ter seus desafios, mas com certeza traz muitas experiências únicas e insubstituíveis.

Muitas pessoas que moram em pensões fazem amizades que levam para toda a vida e formam verdadeiras famílias de sangue diferente.

Aproveite o aconchego dessa casa de mãe, que tem espaço para todo mundo.

Gostou das dicas? Receba mais dicas na página inicial do Portal Rotaract.

Recommended For You

About the Author: Fernando Silvestre