Saiba o que é necessário para ter seu próprio consultório otorrino

Consultório otorrino

Ter um consultório médico para chamar de seu é o almejo de muitos médicos especialistas, especialmente otorrinos. Pensar na decoração, localização ambiente, iluminação são pontos relevantes na hora de concretizar este sonho. Neste artigo daremos algumas dicas do que é indispensável na hora de montar seu próprio consultório médico otorrino, e qual caminho seguir para se tornar um otorrino excelente e com um ambiente perfeito para os atendimentos.

O que é um otorrino?

O otorrinolaringologista, popularmente conhecido como otorrino, é o médico responsável por cuidar de toda a região do ouvido, nariz e garganta. É ele quem trata problemas como labirintite, otite, sinusite e afins. A palavra otorrinolaringologia é a união das palavras ous (ouvido) rhinós (nariz), larynx (laringe) e o sufixo logos, que denomina estudo de algo.  

É o otorrino o médico responsável por realizar cirurgias plásticas como otoplastia (correção do tamanho ou formato das orelhas) e rinoplastia (correção do nariz), e resolver problemas mais simples como incômodos ou inflamações nas vias respiratórias.

Como me tornar um otorrino?

Para se tornar um otorrino e ter seu próprio consultório médico otorrino, é necessário, primeiramente, concluir a graduação em medicina, uma tarefa não muito simples e que exige muito esforço e dedicação, mesmo antes de ingressar no ensino superior em uma universidade de respeito.

Após a conclusão do curso, que tem duração média de 6 anos, o médico generalista precisa fazer residência médica na área de otorrinolaringologia por, no mínimo, dois anos. Após esse período, ele pode buscar ainda uma pós-graduação ou um curso específico voltado para a área e, então, ir em busca do sonho de abrir seu próprio espaço para atendimento.

O que é necessário para ter seu próprio consultório otorrino?

Após alcançar esses pontos de capacitação, o otorrino precisa ter algumas coisas importantes e até indispensáveis para abrir seu consultório médico otorrino.

Uma delas é providenciar uma pequena lista de documentos que habilitam o otorrino a ter o seu espaço físico para atendimento, entre eles estão: autorização da Vigilância Sanitária, autorização do Corpo de Bombeiros, registro de CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), CRM (Customer Relationship Management, ou Gestão do Relacionamento com o Cliente), alvará de funcionamento e cadastro no CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde), obrigatório para todos os estabelecimentos que prestam serviços relacionados à saúde. Além disso, é necessário pensar na localização, estrutura do espaço, atendimento de qualidade, entre outros pontos relevantes.

Capacitação

Não se trata somente de abrir um consultório médico otorrino, mas de oferecer um atendimento de qualidade que garanta aos pacientes segurança e credibilidade.

Para gerir um consultório, o otorrino, além de se capacitar ao máximo como médico e buscar cada vez mais conhecimento em sua área, ele deverá ainda buscar capacitação em gestão de negócio, atendimento ao cliente, novas tecnologias que auxiliam no bom desenvolvimento do trabalho etc. Uma boa capacitação nessas áreas será o grande diferencial em um consultório médico otorrino.

Espaço

Pense muito bem na localização de seu consultório. Escolha se estabelecer em uma região com grande movimento e de fácil acesso, assim seus pacientes não optarão por frequentar outro consultório. Pense também em seu público-alvo e onde ele está concentrado, e procure estar o mais próximo dele que for possível. Escolha também um ambiente que possa ser ampliado, pois caso seu consultório cresça não haverá necessidade de se mudar.

Equipamentos

Tenha em seu consultório equipamentos de ponta, de excelente qualidade. Não abra mão disso, pois bons equipamentos transmitem confiança ao paciente e aumentam sua credibilidade como profissional. Seus pacientes, ao perceberem que você prioriza materiais de qualidade se sentirão muito mais seguros em suas mãos.

Iluminação adequada

Pense no poder que há na iluminação. Ela é capaz de transformar o ambiente, tornando-o quente ou frio. Escolha a cor e a intensidade correta de iluminação, para proporcionar ao seu paciente o aconchego e a clareza necessária em cada ambiente de seu consultório médico otorrino.

Uma opção simplificada

Outra opção para quem deseja ter seu consultório mas ainda não tem condições de fazê-lo sozinho, é o coworking. O coworking é o nome dado ao uso de um espaço compartilhado por várias empresas ou profissionais para abrirem seus negócios, e a divisão das despesas dos ambientes de uso comum de todos.

Suas vantagens são inúmeras, pois além de dar mais visibilidade e tornar o ambiente do consultório mais visitado e, consequentemente, mais conhecido, ainda há a vantagem financeira, pois costuma ser mais barato do que manter de forma individual um espaço único e todas as despesas contidas em sua manutenção.

Ser um otorrino conceituado e respeitado é uma tarefa que leva tempo. Mas investindo sabiamente em seu espaço é possível alcançar esse patamar e até superar suas expectativas.

Se você gostou das nossas dicas compartilhe com seus amigos e comente conosco quais outros pontos você considera essenciais na hora de montar seu próprio consultório médico otorrino.

Recommended For You

About the Author: Gabriela Azevedo