Conheça os cuidados com os dentes no inverno

Conheça os cuidados com os dentes no invern

A saúde dos dentes no inverno sofre muitas consequências devido às mudanças climáticas, que podem ser muito desagradáveis ​​para os pacientes.

Isso ocorre porque muitos fatores cotidianos podem afetar a saúde dos seus dentes, incluindo a estação do ano. Isso é mais pronunciado nas condições climáticas extremas.

Afinal, quando as temperaturas caem, o que pode fazer muito frio em algumas cidades do país, tendemos a buscar ingerir alimentos industrializados com corantes ou mais duros como pipoca para uma noite de filmes debaixo da coberta.

Essas situações podem levar a manchas nos dentes e, se não tomarmos cuidado, até trincar os dentes. 

Além disso, pessoas com alergias são mais propensas a sentir os efeitos da condição durante os períodos de frio, pois a hidratação e até o ar podem causar desconforto no contato com os dentes.

Por isso, é necessário entender como cuidar adequadamente da saúde bucal em dias frios e quando procurar ajuda profissional.

Problemas de saúde bucal no inverno

A boca é a principal passagem do nosso corpo, por isso é naturalmente afetada por tudo, incluindo mastigação, deglutição, hidratação e até mesmo o processo de respiração.

Desta forma, fica fácil perceber o impacto que costumes diários e mudanças climáticas podem ter na boca durante os dias frios e secos, principalmente em pacientes realizando tratamentos como o uso de alinhadores invisíveis, pois os dentes estão sensíveis.

Alguns dos principais problemas são:

  1. Sensibilidade

Durante o inverno, é comum o surgimento de gripes e resfriados. Logo, as pessoas respiram pela boca com mais frequência e o contato do ar frio com os dentes pode desencadear sintomas de sensibilidade e pontadas.

Em casos mais severos, profissionais da odontologia recomendam o uso de facetas de porcelana para criar uma barreira e assim, diminuir os sintomas.

  1. Boca seca

Além disso, a respiração bucal combinada com a falta de umidade no ar pode levar a lábios rachados e xerostomia – comumente conhecida como boca seca.

Embora os problemas nos lábios possam ser facilmente tratados com hidratantes tópicos, a boca seca pode levar a muitos problemas de saúde, incluindo:

  • Alta incidência de cárie dentária;
  • Produção de mais bactérias orais;
  • Mau hálito;
  • Gengivite;
  • Doença periodontal.

Para estes casos, é recomendado a visita urgente ao consultório odontológico para o tratamento e reversão logo aos primeiros sinais.

  1. Dente quebrado

Tem sido alegado que a incidência de dentes lascados e aparelhos ortodônticos quebrados aumentou entre junho e julho.

Isso se deve ao consumo de alimentos mais duros, muito procurados em épocas mais frias, como doces ou pratos com amendoim e milho. 

É importante ressaltar que, pacientes de ortodontia devem evitar o consumo desses alimentos para não quebrar o aparelho invisível.

 

Dicas para evitar complicações nos dentes durante o inverno 

Existem precauções que os próprios pacientes podem tomar que podem ajudar a prevenir desconforto e reduzir a incidência de doenças dentárias e acidentes. 

  1. Não esqueça de se hidratar

Durante os meses mais frios, há uma tendência a reduzir a hidratação. Isso porque beber água nos parece desnecessário, além de agravar os dentes sensíveis, porque sentimos menos sede.

No entanto, isso pode levar à desidratação e ainda ter algum impacto na saúde de seus dentes.

Por isso, é fundamental beber pelo menos dois litros de água para uma hidratação contínua, mesmo nos dias mais frios e, assim, diminuir a possibilidade de ficar com a boca seca e desencadear os problemas que falamos anteriormente. 

  1. Vá ao dentista 

Se um paciente notar rachaduras, quebras ou dores de dente mais pronunciadas do que o normal durante o inverno, ele deve visitar um dentista para uma avaliação profissional.

Essas consultas podem tratar problemas e prevenir a deterioração que pode comprometer a integridade do dente ou, caso esteja mais grave, começar o processo para a colocação de implante dentário.

É válido ressaltar que, mesmo que os procedimentos sejam realizados no inverno, a informação de que implantes ou extrações doem mais no frio não é verdadeira.

Portanto, não precisa adiar sua ida ao consultório até o verão ou até que a temperatura aumente.

  1. Cuide de sua respiração

O tempo seco também é responsável pelo aparecimento da sinusite, que por sua vez é a inflamação dos seios da face, causando dores na cabeça, testa e maçãs do rosto.

Por causa disso, a infecção da mucosa facial pode pressionar os molares, o que pode ser confundido com doença bucal.

Em caso de crises de sinusite, procure um otorrinolaringologista e comece um tratamento para amenizar os sintomas.

  1. Invista em itens anti-sensibilidade  

Respirar pela boca ou falar ao ar livre pode exigir a troca de produtos de higiene bucal para o momento da escovação.

Se essas atividades causarem desconforto, é importante escolher cremes dentais e enxaguantes bucais que foquem no combate às sensibilidades.

Ao mesmo tempo, é aconselhável deixar de usar cremes com efeitos clareadores, pois podem ser mais abrasivos. Caso você queira deixar o seu sorriso mais branco, procure um profissional e realize um clareamento dentário de maneira segura.

Recommended For You

About the Author: Alessandra