Como evitar assaduras no bebê

Como evitar assaduras no bebê

Por mais que os pais sejam cuidadosos com os seus filhos, vez ou outra é comum aparecer assaduras nos bebês. 

Elas são bastante comuns e são causadas por diversos fatores. Geralmente, o mais correto a se fazer é tomar medidas capazes de evitar assaduras no bebê, de modo a trazer um conforto maior para a criança e melhorar a sua qualidade de vida, bem como tirar da cabeça dos papais, a preocupação com a dermatite de fralda, como é conhecida as assaduras que aparecem nos bebês.

Pensando nisso, decidimos trazer este artigo para debater um pouco mais a respeito das atitudes que os pais devem tomar para evitar assaduras no bebê, bem como esclarecer algumas das causas que fazem surgir esse tipo de incômodo. 

Portanto, se você, papai ou mamãe de primeira viagem e está apavorado com o que pode vir a acontecer com seu bebê, principalmente em relação às assaduras, nós recomendamos que continuem conosco nessa leitura e fique por dentro de tudo que trouxemos a respeito deste tema, bem como tire todas as suas dúvidas.

 

Como as assaduras surgem?

Como as assaduras surgem
Como as assaduras surgem

As assaduras são causadas principalmente pela combinação de alta temperatura, umidade e acidez. 

Quanto mais tempo a pele do bebê fica em contato com a urina na fralda, mais irritação a epiderme receberá, causando a inflamação que chamamos de assaduras. 

A sensação do bebê é de queimação e a umidade duradoura da fralda é a principal causa dessa condição. 

O reduzido número de vezes em que as fraldas são trocadas, além de outras causas de assaduras, são as tendências familiares, diarréia, uso de antibióticos, dieta contendo muita proteína (encontrada na carne e no leite) e novos alimentos introduzidos na dieta do bebê.

 

Não deixe a fralda molhada no bebê

As fraldas são incapazes de evitar que o xixi do bebê chegue até a sua pele. 

O que ocorre é apenas a diminuição dessa quantidade, uma vez que ela não consegue absorver todo o líquido, ficando alguns resíduos que entram em contato direto com a pele. 

Dessa forma, ao verificar que a fralda está molhada, o correto a se fazer é trocá-la e colocar uma nova. 

Com isso, irá evitar que o bebê fique em contato por muito tempo com a fralda suja.

Também é recomendado ter por perto um kit body bebê caso seja necessário trocar.

 

Evite o uso de lenços umedecidos para fazer a limpeza do bebê

Embora sejam muito práticos e aromáticos, os lenços umedecidos podem ressecar e irritar ainda mais a pele do seu bebê. Deixe-os na saída. 

Use um pano de algodão macio em vez de um lenço e limpe com água morna e uma pequena quantidade de sabão neutro. Além de limpar, o sabão também pode reduzir o atrito com a pele. 

Se houver uma evacuação, limpe as partes necessárias. Caso não seja possível, faça o uso da tática mencionada anteriormente.

 

Opte pelas fraldas folgadas

Optar pelas fraldas folgadas também é uma ótima opção na hora de evitar assaduras no bebê. Isso porque, quanto mais apertada for a fralda, maiores serão as chances do bebê ficar com a sua pele irritada.

Isso ocorre porque os bebês tendem a se mexer muito durante o dia e esse atrito vai aos poucos irritando sua pele, causando a tão temida dermatite de fralda.

 

Banhos de sol

Uma boa atitude a se ter para evitar o aparecimento das assaduras é levar o bebê para tomar sol naquela região onde elas aparecem com mais frequência ou até mesmo antes delas aparecerem, evitando assim que surjam. 

O melhor horário para levá-las é no período que compreende entre as 10 horas da manhã e logo após às quatro horas da tarde, por um período máximo de 5 minutos. Ficar mais que isso poderá prejudicar a pele do bebê e causar sérios danos, uma vez que ela é extremamente sensível e o sol forte tem raios UVB, que penetram na pele e danificam os tecidos.

Com essas simples atitudes, os pais podem prevenir o aparecimento da dermatite de fralda. Entretanto, caso ainda sim elas venham a surgir? Para isso, basta seguir as próximas dicas que selecionamos que irão ajudá-los a tratar as assaduras do bebê, são elas:

 

Utilize infusão de camomila para dar banho no bebê

Prepare a infusão de camomila: coloque três embalagens de camomila em meio litro de água fervente, feche a tampa, desligue o aquecedor e espere esquentar. 

Retire do saco, descarte e coloque a infusão na água do banho (na banheira). Tome banho normalmente; é importante que o bebê passe algum tempo de molho na água na área afetada pela erupção.

A pele do bebê é muito delicada, a área onde aparecem assaduras é cerca de três vezes mais delicada do que o período mais quente do ano, e é mais sensível e requer atenção especial.

 

Permita-o ficar mais tempo sem fralda

O tempo que ele passa sem fraldas é o tempo que ajuda a área afetada a se recuperar e permite que a área afetada seja ventilada. 

Dessa forma, embora pareça bastante “perigoso” deixar o bebê muito tempo sem fralda, correndo o risco de que ele suje o local onde está, o mais interessante a se fazer é evitar colocar fralda nele até que venha a se recuperar totalmente das assaduras. Portanto, nesse período, deixe-o sem a fralda e aguarde a sua melhora.

 

Compre cremes de proteção da pele

No mercado, existem milhares de opções de cremes para proteção da pele que são próprios para tratar as assaduras. Os cremes que contém em sua composição o óxido de zinco, a calêndula e o petrolato são ótimas opções, pois além de proteger a pele sensível do bebê, ele também ajuda a regenerar os locais com assadura.

Com isso, fechamos a nossa lista de cuidados e tratamentos indispensáveis aos bebês para evitar ou tratar das assaduras. 

Portanto, basta que os papais fiquem atentos e tomem todos os cuidados necessários, tais quais aqueles mencionados anteriormente. Entretanto, se mesmo assim ainda sobreviver alguma assadura, basta seguir os procedimentos de tratamentos que nós elencamos, de modo que em pouco tempo o bebê estará livre delas.

Recommended For You

About the Author: Alessandra